Get Adobe Flash player

By A Web Design Company

+ Notícias

Considerada uma terapia segura, a acupuntura é uma especialidade clínica reconhecida pelo Conselho Federal de Medicina Veterinária. Em parceria com um especialista, a direção do Zoo adotou a técnica da introdução da agulha há dois anos e inova mais uma vez, implantado também a laserterapia. Os procedimentos complementam os tratamentos que buscam a saúde e o bem-estar e animal. Ambos são realizados no Hospital Veterinário do Zoológico.

Desde que foi adotada, a acupuntura vem sendo aplicada em animais com enfermidades crônicas, o que vem dando bons resultados, a exemplos de casos como o de um macaco bugio, uma tigresa e o rinoceronte Thor, entre outros.

Os trabalhos são regulamentados por meio de contrato com os especialistas. Dessa forma, fica garantida a regularidade no atendimento e pré-definidas as salas e ambulatórios exclusivos para os procedimentos.

A busca por terapias eficazes reforça o compromisso do Zoológico na busca da melhoria da qualidade de vida dos animais, bem como nos serviços. Como centro de excelência na qualidade de serviços clínicos veterinários, ao ser o primeiro do Brasil a introduzir terapias eficazes. Um exemplo de dedicação à saúde e ao bem-estar dos animais.

AddThis Social Bookmark Button

O Zoológico de Brasília se destaca mais uma vez, ao reproduzir em cativeiro, mais dois animais da espécie Lobo-guará (Chrysocyon brachyurus). Os filhotes nasceram no dia (01/07) e pesam cerca de 1kg. Apesar de ser mãe pela primeira vez, Gisely tem demonstrado que é uma “fera” nos cuidados com as crias que já estão em recinto para visitação. Para vê-los, é preciso de um pouco de sorte, pois ainda estão em fase inicial de passeios e banho de sol.

Incorporado no programa de conservação de espécies ameaçadas, e dada a sua situação no quadro de animais ameaçados de extinção, o Lobo-guará recebeu no início de 2015, o título de animal do ano.

Sob a coordenação da Sociedade de Zoológicos e Aquários do Brasil (SZB), o Zoo de Brasília é parceiro da campanha: Programa para Conservação do Lobo-Guará – Lobos da Canastra-. A Fundação se orgulha em dar sua contribuição, uma vez que a reprodução de animais da espécie realizada em cativeiro busca a manutenção de uma população geneticamente viável e uma possível reintrodução de indivíduos na natureza.

Além da conservação de animais da fauna brasileira, o Zoológico se destaca em programas de educação ambiental, bons tratos aos animais e ainda tem a pesquisa científica como um dos principais pilares. Programas que referendam a instituição como centro de excelência em ações socioambientais.

AddThis Social Bookmark Button

Quem vier ao Zoológico durante a temporada de férias, além de sentir novas sensações, poderá posar para uma foto ao lado de um Tigre de Bengala. Isso mesmo. Denominado Trilha Sensitiva, o percurso é composto por peças de animais taxidermizados e foi montado para que as pessoas explorem mais os sentidos como o tato e o olfato. Ao colocarem o pé na trilha, descobrirão quais os animais e obstáculos a compõe.

Além de ser ferramenta importante para educação ambiental, a Trilha é um convite para que os visitantes sintam na pele, como é o dia a dia de um deficiente visual. Encantados com a proposta, alunos do ensino fundamental descobrem a importância da natureza na vida das pessoas, pois além da consciência ambiental que proporciona, revela grandes descobertas. “De tão real senti muito medo, depois a gente se acostuma quando entende que é animal taxidermizado”, comenta Pamela Nogueira, aluna da Escola, Vila das Crianças, de Santa Maria.

A inciativa da direção é uma boa opção para aproveitar o recesso escolar e aprender cobre a natureza de forma descontraída. Também dá oportunidades para que os visitantes conheçam o programa. Trilha Sensitiva ficarão à disposição dos visitantes até o final de julho.

Dessa forma, o Zoológico contribui para o estímulo às práticas científicas dentro de um conceito educativo e de inclusão social, contribuindo para o desenvolvimento humano.

AddThis Social Bookmark Button

O Zoológico recebeu no início do mês julho, alunos do curso de graduação de Ciências Biológicas da Universidade de Brasília-UNB, para aulas práticas sobre Zoologia dos Vertebrados. Por meio da visita técnica monitorada realizada em pareceria com professores da Universidade, os discentes observaram características anatômicas e comportamentais de répteis, aves e mamíferos. Também analisaram os aspectos evolutivos e ecológicos desses grupos.

Responsabilidade Social - Pôde-se mostrar, também, alguns dos programas de inclusão social, entre eles, o Projeto Zoo Toque, que consiste em trabalhar a percepção sensorial em visitas orientadas para grupos de pessoas com deficiência visual. A proposta, além de ser uma extensão do trabalho para educação ambiental no meio acadêmico, é referência no quesito inclusão social. Segundo Washington Pereira, recreador do Zoológico, a troca de conhecimentos sempre é muito enriquecedora. “O que acontece é um intercâmbio onde a teoria aprendida na faculdade se junta à pratica aplicada aqui, isso fomenta o avanço de novos projetos científicos” comentou Washington.

Tendo a sustentabilidade como foco, profissionais do Zoológico explicaram aos estudantes a origem e o propósito da instituição, reforçando o seu compromisso com a conservação, a pesquisa científica, a educação ambiental e o lazer. Estes pilares, fazem do Zoo de Brasília um excelente campo de atuação para profissionais da área, bem como para novos pesquisadores. 

AddThis Social Bookmark Button

Por determinação da Direção da Fundação Jardim Zoológico de Brasília (FJZB), o Zoo estará de portas abertas de segunda a segunda durante todo o mês de julho. Dessa forma, em qualquer dia da semana o Zoológico se torna uma opção de lazer para garotada enquanto durar o recesso escolar.

Os portões abrem em horário normal, de 9h às 17h. O ingresso custa R$2,00. Crianças com até cinco anos de idade e idosos acima de 60 não pagam.

Sejam bem-vindos ao Zoológico de Brasília!

A direção.

AddThis Social Bookmark Button

Tradutor

Zoo Informação

Zoo App

Zoo Mapa

Zoo Obituário

Parceiros

PDTI

Tripadvisor