Get Adobe Flash player

By A Web Design Company

+ Notícias

Uma ação envolvendo a Administração Regional da Candangolândia, a Agênica de Fiscalização (Agefis), o Serviço de Limpeza Urbana (SLU) e o Zoológico de Brasília, intensificou na manhã desta sexta-feira (20), a desocupação da área pública localizada próxima ao Zoológico, onde um catador de lixo se instalou irregularmente para separação de material que ali depositava.

A Agefis e o SLU já haviam visitado o local no final fevereiro e informaram ao morador que ele não poderia ocupar o espaço, pois além de pertencer ao governo, é também área de preservação ambiental: ARIE (Área de Relevante Interesse Ecológico), denominada Santuário da Vida Silvestre.

Após a limpeza do local, os órgãos envolvidos na ação darão início aos trabalhos de proteção e revitalização da área, a qual terá fiscalização contínua para que outras invasões não aconteçam. A Secretaria de Estado de Desenvolvimento Humano e Social (Sedest) já está tomando as devidas providências em relação à situação habitacional do A sustentabilidade está em um dos pilares que norteiam as ações do Zoo, por essa razão, a direção tomou as devidas providências desde que foi feita a denúncia no dia (25/03). Em breve, a área será isolada e mudas de espécies típicas da região serão plantadas por meio de uma parceria com Administração da Candangolândia e com a UnB. Uma reafirmação do compromisso com o meio ambiente.

AddThis Social Bookmark Button

Mil mudas de árvores começaram a ser plantadas no Zoológico de Brasília no início do mês de fevereiro. O reflorestamento tem como objetivo, a recuperação de uma Área de Proteção Permanente(APP), que fica às margens do Córrego Guará, em um trecho que passa dentro do Zoo. Sob a supervisão de um profissional qualificado, o trabalho começou com o plantio de 500 mudas, entre elas: Ipê, Angico, Gonçalo Alves e Landim.

 A vegetação dessas áreas desempenha um papel importante na regularização e manutenção da qualidade e da quantidade das águas. Também são fundamentais para estabilização do solo, e ainda formam verdadeiros corredores para manutenção e dispersão da biodiversidade. Uma área que, segundo o engenheiro agrônomo e servidor da instituição, Álvaro Caldas, há muito merecia cuidados especiais. “Uma área de proteção degradada, quando é recuperada, além de trazer ganhos para o meio, serve de exemplo para conscientização ambiental e para formação cidadã”, comenta Álvaro.

Educação Ambiental – E não é só o meio ambiente quem ganha com mais essa ação. Alunos da rede pública e particular de ensino receberão aulas sobre a importância da preservação da flora. Na ocasião, receberão orientações para manutenção das mudas e o bom desenvolvimento das mesmas. Em períodos de chuvas, os alunos também aprenderão técnicas para plantio e manutenção de árvores.

AddThis Social Bookmark Button

Na última segunda-feira (02), o Zoo Noturno abriu a temporada para o ano de 2015 com uma programação que deixou os visitantes encantados. O projeto consiste em uma caminhada pela área verde do espaço e visitação aos recintos dos animais com hábitos crepusculares e noturnos, como a onça pintada, a raposa do campo, o lobo-guará, a anta, o cachorro do mato, o tamanduá-bandeira e as serpentes, entre outros.

A caminhada é guiada por profissionais do Zoo que passam informações sobre os animais, abordam temas sobre curiosidades e conservação, tendo como foco, a educação ambiental. Ao longo do percurso, é comum a turma encontrar animais de vida livre que ficam soltos no Parque, como capivaras, saguis, saruês e quatis.

Devido à grande procura no ano passado, a direção ampliou de dois para três encontros semanais, sempre às segundas, quartas e sextas-feiras, a partir das 19h. As inscrições custam R$ 10 por pessoa. Crianças com idade entre oito e doze anos pagam R$ 5,00. Já as crianças com até sete anos e idosos maiores de 65 são isentos da taxa.

As vagas são limitadas, portanto, é necessário agendar por telefones (61) 3445 7043 / 3445-7007. Maiores informações também pelo e-mail: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar. .

AddThis Social Bookmark Button

Realizado entre os dias 12 e 15 de março, o 39º Congresso de Zoológicos e Aquários do Brasil aconteceu nas dependências do Carimã Resort Hotel & Convention, em Foz do Iguaçu (PR) e trouxe como tema: “Integração e Formação: Quem faz junto faz crescer”. Comprometido com a conservação das espécies da fauna brasileira, com a pesquisa científica e com a educação ambiental, o Zoológico de Brasília marcou presença também nesta edição.

Durante encontro, profissionais do Zoo Brasília apresentaram experiências obtidas a partir de conhecimento técnico-científico desenvolvidos com animais do Plantel, entre eles: o acompanhamento biométrico do desenvolvimento de filhotes de lobo guará (chrysocyon brachyurus); condicionamento das onças suçuaranas (puma concolor) e apresentação do Projeto Zoo noturno como espaço não formal de educação ambiental.

A direção entende que o congresso, ao possibilitar o contato entre os profissionais de diferentes zoológicos do Brasil e do exterior, eleva o nível de excelência e contribui para unificação das instituições, além de garantir a troca de conhecimentos. Dessa forma, contribui em defesa da biodiversidade e da educação ambiental na busca da harmonia entre o ser humano e a natureza.

AddThis Social Bookmark Button

Criado pela ONU em 2013, o Dia Mundial de Vida Selvagem é comemorado hoje, (03/03). A data lembra a importância da fauna e flora para sobrevivência do planeta, e chama a sociedade para preservação da vida selvagem. Tudo o que a compõem tem relevância ecológica, científica, genética, social, cultural e educacional. Diante disto, a Sociedade Brasileira de Zoológico e Aquários do Brasil, em conjunto com instituições ambientalistas promovem no Brasil ações em defesa da vida selvagem durante esta semana.

Para que os amantes da natureza participem, basta vir ao Zoo e tirar uma foto próximo a um dos banner que traz o tema: “Dia Mundial da Vida Selvagem”, comente nas redes sociais acrescentando as hashtags: ‪#‎DiaMundialdaVidaSelvagem e  ‪#‎WorldWildLifeDay. Dessa forma, vai ajudar a divulgar a campanha que cresce a cada ano e conscientiza um número maior de pessoas a cada edição.

Os visitantes podem optar por dois pontos para fotos no Zoo Brasília. Um logo na entrada, próximo ao letreiro EU AMO BRASÍLIA e o outro perto do recinto do Lobo-guará. Junte sua turma e participe dessa! O material estará disponível para o público até o encerramento da campanha, próximo domingo (08/03).

Maiores informações junto à Diretoria de Conscientização Ambiental -DICAM-, pelos telefones: 3445-7043 ou 3445-7007.

AddThis Social Bookmark Button

Tradutor

Zoo Informação

Zoo App

Zoo Mapa

Sistema de Ouvidoria

Parceiros

PDTI

Tripadvisor