Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
15/03/24 às 16h14 - Atualizado em 15/03/24 às 16h14

Borboleta-coruja

COMPARTILHAR

Borboleta-coruja (Caligobrasiliensis)

 

TAXONOMIA
Classe Insecta
Ordem Lepidoptera
Família Nymphalidae

 

Características: Tem esse nome pois nas asas, pelo lado de dentro, ela tem um desenho semelhante ao rosto de uma coruja, com destaque para os olhos enormes e abertos. Dizem que esta estampa serve de maneira eficiente para driblar seus predadores. Ou seja: parece um animal maior e mais perigoso do que realmente é. Também é conhecida como corujão.

 

Já pelo lado de fora, tem um azul magnífico, com detalhes em preto (aliás, a asa azul nunca perde a sua cor, mesmo depois de anos de sua morte). De hábitos crepusculares quando adulta (voa lentamente ao amanhecer e ao anoitecer), ela é um dos maiores exemplares de borboletas que se tem notícia (chega a medir até 18 centímetros de envergadura).

 

Distribuição Geográfica: A borboleta-coruja existe somente na América do Sul, sendo uma das maiores espécies que ocorrem no Brasil

 

Alimentação: A borboleta adulta alimenta-se pela probóscide ou espirotromba, é uma espécie de tromba que fica enrolada dentro de sua cavidade bucal. A borboleta-coruja gosta de se alimentar de frutas podres em decomposição caídas no chão, ou ainda em fezes de animais. Outras espécies se alimentam de néctar de flores, sais minerais do suor humano.

Existem ainda espécies que não comem nada na fase adulta, substituindo com a reserva nutritiva que acumula no estágio de lagarta. A borboleta-coruja é uma espécie fácil de criar em cativeiro e até em casa, pois as lagartas alimentam-se de folhas de bananeiras e a borboleta de frutas e vermes.

 

Reprodução: Os machos são territorialistas e perseguem as fêmeas incansavelmente para copular. Após a cópula a fêmea põe cerca de 50 ovos.A taxa de sobrevivência das lagartas após a eclosão dos ovos é baixa, devido ao grande número de predadores e parasitas.

 

Curiosidades: Uma das maiores borboletas diurnas do Brasil. É conhecida como borboleta corujão, pois na parte ventral de suas asas apresentam um grande ocelo que confunde seus predadores, pois ele se assemelha a um olho de coruja. Na parte dorsal das asas possui uma coloração azul metálica. Vivem pousadas sobre troncos e voam mais ativamente pela manhã e final do dia, sendo mais ativas no verão. Uma das mais fotografadas borboleta do planeta.

 

Status de Conservação (MMA): Dados insuficientes

ZOO - Governo do Distrito Federal

Fundação Jardim Zoológico de Brasília

Fundação Jardim Zoológico de Brasília Avenida das Nações, Via L4 Sul, s/n - Brasília, DF. CEP - 70610-100 Telefone: (61) 3445-7048
e-mail: atendimento@zoo.df.gov.br